TRANSLATE

quarta-feira, 29 de junho de 2011

MOMENTO MISSIONÁRIO

FOTOS AÇÃO MISSIONÁRIA IPC-ITAPIRA

Já encontra-se em nosso álbum as fotos referentes ao trabalho da Ação Missionária realizada pela nossa Igreja no dia 25/06/2011.Para conferir, é só clicar nos links abaixo:





Caso queiram ver todas as outras fotos dos trabalhos realizados pela nossa Igreja, visitem nosso  álbum:



MOMENTO MISSIONÁRIO

Ação Missional Global

Com o tema: “O Evangelho para todo homem e para o homem todo”, extraído do documento do pacto de Lausanne sobre a Evangelização Mundial, a Igreja Presbiteriana Central de Itapira realizou a sua 1ª Ação Missional Global em parceria com entidades civis, poder público e ONG’s de Itapira.
Esta iniciativa está em harmonia com a visão ministerial assumida pela IPCI no ano de 2011, ser uma Igreja Missional, inserida, comprometida, contextualizada e relevante para Itapira. Harmoniza-se também com o projeto de Evangelização e Missões At 1.8, desenvolvido pelo Conselho de Missões da IPCI para conscientizar, treinar, enviar e sustentar missionários e projetos de missões aqui em Itapira, Região, Brasil e até os confins da Terra.
A manhã de 25 de junho foi, de fato, uma bênção para a IPCI e para Itapira. Organizados em tendas os vários projetos sociais e os organismos da Igreja atendiam a população com exames de glicemia, IMC, Pressão Arterial e os devidos encaminhamentos. Orientação sobre o combate às drogas, acessibilidade e inclusão de deficientes visuais e prevenção em acidentes de animais peçonhentos e uma tenda de saúde e beleza com corte gratuito de cabelo também estavam no programa.
Ao som dos grupos de louvor das mocidades da IPCI e IP Boa Esperança, os transeuntes eram abordados e assim, 1.400 Evangelhos de João foram distribuídos em pouco mais de duas horas, mais de 300 Bíblias e 4.000 folhetos também foram entregues no corpo a corpo.
Cerca de 80 irmãos da IPCI, homens, mulheres, jovens, adolescentes e crianças trabalharam para que este evento de realizasse.
Com esta Ação Missional, nós, presbiterianos de Itapira desejamos obedecer a Comissão de Fazer Discípulos e ao Mandamento de amar o próximo, sendo uma Igreja de testemunhas de Cristo transformando vidas e ambientes para a glória de Deus.
Reverendo Luiz Fernando
Pastor Mestre da IPCI

terça-feira, 28 de junho de 2011

MOMENTO MISSIONÁRIO

CAMPANHA DE ORAÇÃO PELOS POVOS  INDÍGENAS


Como participar da campanha?

Participando da campanha de Oração,orando  ou divulgando!



segunda-feira, 27 de junho de 2011

CATECISMO DE HEIDELBERG

 O SANTO BATISMO

 69. Como o batismo ensina e garante a você que o único sacrifício de Cristo na cruz é para seu bem? R. Cristo instituiu essa lavagem com água (1) e acrescentou a promessa de lavar, com seu sangue e Espírito, a impureza da minha alma (isto é, todos os meus pecados) (2) tão certo como por fora fico limpo com a água que tira a sujeira do corpo. (1) Mt 28:19. (2) Mt 3:11; Mc 1:4; Mc 16:16; Lc 3:3; Jo 1:33; At 2:38; Rm 6:3,4; 1Pe 3:21.

70. O que significa ser lavado com o sangue e o Espírito de Cristo? R. Significa receber perdão dos pecados, pela graça de Deus, por causa do sangue de Cristo, que Ele derramou por nós, em seu sacrifício na cruz (1). Significa também ser renovado pelo Espírito Santo e santificado para ser membro de Cristo. Assim morremos mais e mais para o pecado e levamos uma vida santa e irrepreensível (2). (1) Ez 36:25; Zc 13:1; Hb 12:24; 1Pe 1:2; Ap 1:5; Ap 7:14. (2) Ez 36:26,27; Jo 1:33.

71. Onde Cristo prometeu lavar-nos com seu sangue e seu Espírito, tão certo como somos lavados com a água do batismo? R. Na instituição do batismo, onde Ele diz: "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo" (Mateus 28:19). "Quem crer e for batizado será salvo; quem, porem, não crer será condenado" (Marcos 16:16). Esta promessa se repete também onde a Escritura chama o batismo de "lavagem da regeneração" (Tito 3:5) e de "purificação dos pecados" (Atos 22:16).

ANIVERSARIANTES

Aniversariantes:

26/06 - IPBCentral de Itapira; 
26/06 -Elisangela Duarte;
27. João Chaves & Maria José Chaves; Dirce B. Pupo Camargo; 

MENSAGEM PASTORAL

137 anos depois...
“Como são felizes o que habitam em tua casa; louvam-te sem cessar!” (Sl 84. 4 NVI).

Este ano temos a felicidade de comemorar o dia da organização de nossa Igreja em um domingo. Assim, temos a oportunidade de contar com uma participação maior de irmãos para darmos graças a Deus. A Bíblia ensina que celebrar é recordar é recontar a história para que a memória seja sempre adorante e agradecida ao Senhor: “No futuro, quando os seus filhos perguntarem: ‘que significa isto?’ digam-lhes: Com mão poderosa o Senhor nos tirou do Egito.” Êx 13. 14. “No futuro, quando seus filhos perguntarem: ‘Que significa estas pedras?’, respondam que as águas do Jordão foram interrompidas diante da arca da aliança do Senhor”. (Js 4. 6,7). Contudo só tem uma história para contar quem tem uma identidade, uma cultura, uma experiência vivida, pessoal e comunitária. A história que temos para contar deve estar intimamente ligada á identidade e vocação de nossa Igreja. Uma comunidade refém de modismos e de novidades, que não abraça com convicção uma visão e uma filosofia ministerial, não forma e nem consolida uma identidade como povo de Deus a caminho do Reino definitivo. Evidentemente que a IPCI de hoje é muito diferente de seus inícios. A cultura, a sociedade, a cidade sofreram profundas transformações. Também muitas metodologias e a maneira como as coisas eram feitas na Igreja não são compatíveis com o nosso jeito de ser no século XXI. Mas, existem coisas que não mudam e nem podem sofrer alterações, que não podem ser adaptados ao sabor dos tempos e dentre elas se encontram a nossa vocação como Igreja em Itapira, a visão recebida por nossos pais fundadores e o porquê de estarmos aqui 137 anos depois. O pioneiro em nossas terras foi o missionário George Chamberlain. Como é sabido de todos, a visão de nossos pioneiros era aquela de transformação dos ambientes, por isso que havia sempre ao lado da cada Igreja uma obra social. E esta é a visão primordial implantada destes nos inícios aqui na antiga Penha do Rio do Peixe. Não se tratava apenas da plantação de uma Igreja, o que era um ato heróico naqueles dias, nem da apresentação de uma alternativa religiosa ao catolicismo dominante. Mesmo a intenção de ganhar vidas para Cristo não se satisfazia apenas com o evangelismo. Prova disso é a existência de um primitivo colégio protestante aqui em Itapira, contemporâneo a Escola Internacional de Campinas. Portanto, a visão que deve permanecer viva, não obstante as novas metodologias, é a de uma Igreja profundamente comprometida com a transformação cultural, com a transformação do ambiente onde estamos inseridos e fermentá-lo pelo Evangelho. 137 anos depois vivemos outros tempos, com novos desafios e novas oportunidades, e teremos uma história para ser deixada como um legado para o futuro se compreendermos que a nossa presença em Itapira deve ser entendida em termos de relevância, contemporaneidade e necessidade. Não há outra maneira de servirmos a Deus se não, apegados à visão que ele deu desde os primórdios. Precisamos voltar à compreensão de que assim como Chamberlain e depois dele Edward Lane, não somos uma oferta de uma alternativa cristã para a já saturada Itapira de tantas expressões da Igreja de Cristo. Temos uma missão só nossa, que só nós poderemos realizar. Devemos canalizar nossas melhores energias, debaixo da orientação de Deus, para viver esta experiência missional de transformar ambientes com crentes treinados, equipados, apoiados e enviados ao mundo e a partir de sua inserção, transformar em Cristo também a cultura de nosso tempo. Precisamos aprender com a imensa criatividade do Espírito Santo a só desenvolver ações que obedeçam ao Grande Mandamento e que obedeçam á Grande Comissão. Para que a nossa história continue sendo escrita e para que o Espírito Santo, como em Atos dos Apóstolos, continue sendo o único protagonista, cada um de nós deve assumir o seu papel neste enredo. Celebrar os 137 anos deverá ser um momento de nos reencontrarmos com o genuíno chamado de Deus para os Cristãos Presbiterianos da Central, uma igreja para influenciar e transformar em Cristo e para Cristo, tudo o que está a sua volta. Feliz 137 anos IPCI.       
                                                           Rev. Luiz Fernando
    Seu pastor e amigo.

terça-feira, 21 de junho de 2011

CONVITE 137 ANIVERSÁRIO IPC-ITAPIRA

"O Conselho da Igreja Presbiteriana Central de Itapira, convida o amado irmão para a comemorações de seus 137 anos de organização eclesiástica.
Como parte de nossa visão ministerial em formar na IPCI uma consciência efetiva de uma Igreja Relevante, Missional, Contemporânea e Necessária, nossas programações se estenderam ao longo do semestre com ações permanentes de Missão Integarl, assim, desejamos que as comemorações fossem cada vez mais "Ad Extra", isto é, para foa dos portões da Igreja, no mundo!
Sendo assim, investimos nossos melhores recursos em prover para Itapira e na Janela 10-40,com ações consistentes e permanantes em Missões e por isso mesmo nosso culto não contará com nenhuma atração diferente."
Ficaremos felizes em tê-los conosco em nosso ajuntamento cristão, dia 26 de junho, às 19h00, em nosso templo:
Rua Campos Sales, 92.
Itapira
Nos laços da cruz gloriosa,
Luiz Fernando,
Pastor da IPCI

SAF- PROJETO UMA POR UMA

Cartaz divulgação


Foder Frente


Foder Verso
Para maiores informações é só acessar o site da S.A.F:  http://www.saf.org.br/

SAF- PROJETO ANA

IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL
  CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE SAFs

Quadriênio 2010/2014

"Não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim" Gl. 2.20

Oque é o: PROJETO ANA

"Poe este menino orava eu; e o Senhor me concedeu a petição que eu lhe fizera". I Sm 1.27

Quais os objetivos do Projeto ANA?

            O principal:

            O Projeto ANA tem por objetivo principal é conscientizar, despertar e estimular as auxiliadoras presbiterianas a orar individual e diariamente por seus filhos de oração (sanguíneos ou adotivos, netos, sobrinhos, irmãos e líderes da Igreja).
 “Levanta-te, clama de noite no princípio das vigílias; derrama, como água, o coração perante o Senhor; levanta a Ele as mãos, pela vida de teus filhinhos...” Lm. 2.19.

            Os específicos:
1.      Perseverar em oração, diariamente, em favor dos filhos (sobrinhos ou netos) convertidos para que glorifiquem a Deus com suas vidas. “Todos os teus filhos serão ensinados do Senhor; e será grande a paz de teus filhos” Is. 54.13;
2.      Pedir a conversão dos filhos não crentes ou a restauração dos que estão distantes do Senhor para que integrem a família da Aliança. “Salva o teu povo e abençoa a tua herança; apascenta-os, e exalta-o para sempre.” Sl. 28.9. “Se alguém vir a seu irmão cometer pecado não para a morte pedirá e Deus lhe dará vida, aos que não pecaram para a morte” I Jo. 5.16. 
3.      Suplicar para que os jovens sejam despertados para cumprir o “ide” do Mestre como evangelizadores ou missionários. “Finalmente irmãos, orai por nós, para que a palavra do Senhor se propague e seja glorificada, como também está acontecendo entre vós.” II Ts. 3.1. 
Justificativa 
É evidente a necessidade que temos de orar por nossos filhos.
a) Pelo relacionamento deles com Deus: Ef 3:14-19 ; ITm  3:15 Fl 2:12.13 ;Sl 122:1; Sl  63:1 ;Dt 10:12,13; Tg 4:7-10; Mt 6:33; Sl 119:71.
b) Pelo cultivo das virtudes biblicamente recomendadas: Fp 2:3; Cl 3:23; ITm 4:12; Ef 4:26,31,32; Gl 5:22-23.
c) Pelo relacionamento com seus familiares : Ef.6:1-3;Cl3:20; Ef 4;  Pv 3:11,12.
d) Pela busca de sabedoria divina para a escolha de seus amigos, saber manter bons relacionamentos e fazer boas escolhas quanto a suas carreira por fissionais. Pv 1:10,15 ;Fl 2:4; I Co 6:18-20; Pv 3:7.
Orar  sem cessar é uma ordem que está nas Santas Escrituras. Revestir-se da armadura de Deus conforme Ef 6.10-18 é primordial para que tenhamos uma vida de vitórias em Cristo. Estar nas brechas em oração pedindo pelos nossos filhos, conforme a vontade de Deus, é uma tarefa sublime e que Lhe agrada.
“Esta é a confiança que temos para com ele; que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve I Jo 5:14.  
Como vivenciar o Projeto ANA?
 O Projeto ANA é uma atividade da SAF e deve ser vivenciada dentro das atividades da SAF, em cada momento de reunião seja em: reuniões de departamento, plenária, Círculo, culto de oração da SAF, reuniões de Círculo, Federação, Sinodal e CNSAFs, através do "Momento ANA" de oração pelos filhos. A critério da SAF combinada com o Conselho, poderá ser colocada uma faixa na frente da Igreja convidando as mães da comunidade para orar pelos filhos no culto de oração, visando também utilizar o Projeto ANA como um instrumento de evangelização.
                        Poderão também ser realizadas outras reuniões de "oração mensais ou semanais com a participação das mães de oração e, algumas vezes, dos “filhos de oração”. Para essa reuniões podem (ou devem) ser convidadas outras mães, mesmo mães não crentes quando oraremos por essas e seus filhos – conversão, resolução de problemas. É uma recomendação bíblica orar por todos os homens I Tm 2:1; Jo 17:20; Mt 5:44.
                        A SAF ainda poderá realizar culto de oração com "Momentos ANA", com grupos menores distribuídos nos lares, de acordo com a proximidade geográfica.
                        Há no site da SAF, disponibilizado pela CNSAFs:  logomarca, cartaz, banner, marcadores de Bíblias e folder do Projeto ANA.

Obs.: Adaptado do Projeto original elaborado pela Secretária de Espiritualidade da CNSAFs, quadriênio 2006/2010, a irmã Maria Anecy Calland M. Serra.

FODERS DO PROJETO
Frente

Verso
CARTAZ DO PROJETO


MARCADOR DE BÍBLIAS DO PROJETO


LOGO DO PROJETO

Para maiores informações é só acessar o site da S.A.F:  http://www.saf.org.br/

segunda-feira, 20 de junho de 2011

CATECISMO DE HEIDELBERG

A PALAVRA E OS SACRAMENTOS

65. Visto que somente a fé nos faz participar de Cristo e de todos os seus benefícios, de onde vem esta fé? R. Vem do Espírito Santo (1) que a produz em nossos corações pela pregação do Evangelho (2), e a fortalece pelo uso dos sacramentos (3). (1) Jo 3:5; 1Co 2:12; 1Co 12:3; Ef 1:17, 18; Ef 2:8; Fp 1:29. (2) At 16:14; Rm 10:17; 1Pe 1:23. (3) Mt 28:19.

66. Que são sacramentos? R. São visíveis e santos sinais e selos. Deus os instituiu para nos fazer compreender melhor e para garantir a promessa do Evangelho, pelo uso deles. Essa promessa é que Deus nos dá, de graça, o perdão dos pecados e a vida eterna, por causa do único sacrifício de Cristo na cruz (1). (1) Gn 17:11; Lv 6:25; Dt 30:6; Is 6:6,7; Is 54:9; Ez 20:12; Rm 4:11; Hb 9:7,9; Hb 9:24.

67. Então, tanto a Palavra como os sacramentos têm a finalidade de apontar nossa fé para o sacrifício de Jesus Cristo na cruz, como o único fundamento de nossa salvação (1)? R. Sim, pois o Espírito Santo ensina no Evangelho e confirma pelos sacramentos que toda a nossa salvação está baseada no único sacrifício de Cristo na cruz. (1) Rm 6:3; Gl 3:27.

68. Quantos sacramentos Cristo instituiu na nova aliança? R. Dois: o santo batismo e a santa ceia.

ANIVERSARIANTES

Aniversariantes:

19/06 - Adesenir Cardoso;
20/06/ - Manuela A. Duzzo; Claudio Marcos Soares;
21/06 - Benvindo R. P. Jr.; Inah Guzelotto Alves;
23/06 - Valéria Zeni Pereira;
24/06 - Elizette & José Sanches;
25/06 - Jonathan Rafael Camilo.

Que Deus derrame ricas bênçãos  sobre todos.

MENSAGEM PASTORAL

A Igreja Perseguida e os 137 anos da IP Central de Itapira
“Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos Céus. (Mt 5. 10).

Estamos comemorando nestes dias o aniversário de organização de nossa Igreja. Existem muitas razões pelas quais devemos nos alegrar e elevar nossas ações de graças aos céus. São 137 anos da fidelidade de Deus. Nos inícios tudo era muito improvisado e inseguro. Converter-se na antiga Penha do Rio do Peixe do século XIX não era uma coisa muito confortável. A história do Reverendo e maestro Zacarias de Miranda ilustra muito bem o fato. Professor de música na cidade, uma personalidade notória da sociedade, maestro da banda local e responsável pelos hinos e músicas das procissões religiosas dos católicos romanos. Zacarias conheceu o Evangelho por meio da amizade com o reverendo Delfino dos Anjos com quem permutou aulas de música por aulas de línguas estrangeiras. Não demorou muito para que esta relação fosse repousar em questões religiosas. Uma vez convertido, batizado e professado a fé, Zacarias de Miranda conheceu da noite para o dia o cumprimento da Palavra que diz: “De fato, todos os que desejam viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos.” (2Tm 3.12) E: “Amados, não se surpreendam com o fogo que surge entre vocês para os provar, como se algo de estranho lhes estivesse acontecendo. Mas alegrem-se à medida que participam dos sofrimentos de Cristo.” (1Pe 4.12). E também: “É necessário que passemos por muitas tribulações para entrarmos no Reino de Deus.” (At 14.22). Zacarias de Miranda precisou mudar de Itapira para dar continuidade a sua vida e desenvolver a sua fé. Os dias de perseguição em Itapira, com a graça de Deus, ficaram para trás. Hoje, além da liberdade que gozamos, somos uma instituição bem conceituada na cidade e não poucos de nossos membros gozam de respeitabilidade pelo simples fato de estarem arrolados em nossa Igreja e isso lhes provê até mesmo alguns privilégios. Todavia, essa imensa liberdade, se não usada com sabedoria e seriedade, pode custar caro à nossa Igreja. Este tempo deve ser empregado no evangelismo, no discipulado, na plantação de igrejas, no envio e sustento de missionários, no alcance dos ainda ao alcançados. Não sabemos por quanto tempo teremos tal liberdade. Uma igreja que vive complacentemente acomodada em sua paz, gera santos de boutique e profetas de Shopping Center, isto é, cristãos que ainda vivem “na inutilidade de seus pensamentos” (Ef 4. 17 b), insensíveis, cheios de autocomiseração, preocupados com o seu bem estar e alienados. O apóstolo Paulo nos exorta: “tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando o máximo cada oportunidade, porque os dias são maus.” (Ef 5. 15). Dentro das comemorações dos 137 anos da IPCI o dia de hoje será dedicado a informações, orações e compromisso com a Igreja Perseguida e em parceria com a Missão Portas Abertas. Será um momento bastante oportuno para confrontar o nosso estilo de vida e a nossa dedicação a Cristo e a Igreja com a realidade vivida por milhares de outros cristãos em contextos tão diversos do nosso. Será um domingo para avaliarmos a genuinidade de nossa pertença a Cristo como discípulos, testemunhas e missionários. Que o clamor da Igreja perseguida sensibilize o nosso coração, que esclareça a nossa mente e nos ajude a renunciar um modelo de Igreja ensimesmada, olhando para o bico de seu sapato enquanto ignora os campos branquejados prontos para a colheita. Conhecer e orar pela Igreja que sofre deve levar-nos a uma verdadeira conversão pastoral, eclesial e institucional. Aproveitemos este Domingo da Igreja Perseguida para iniciar um tempo novo em nossa Igreja, usando com sabedoria nossos recursos, tempo e liberdade para tornar presente o mistério de Cristo a toda criatura, aqui em Itapira, no circuito das águas, no Estado de São Paulo, Brasil e até os confins da terra. Celebrar na IPCI é ir onde ainda ninguém foi.
                                                               Rev. Luiz Fernando
                                                                                                                                                                                            Seu pastor e amigo

domingo, 19 de junho de 2011

TV-WEB

Já encontra-se em nosso canal de vídeo os vídeos relacionados ao culto de hoje 19/06.Estão divididos em 3 Partes.
Para serem visto é só acessar: www.livestream.com/ipcitapira

Pedimos desculpas por algumas falhas que estão ocorrendo nos vídeos, pois ainda estamos mudando alguns programas e configurações para que fiquem com uma ótima qualidade.

terça-feira, 14 de junho de 2011

segunda-feira, 13 de junho de 2011

ÁLBUM DE FOTOS IPC-ITAPIRA

JANTAR DOS NAMORADOS

No dia 11/06/2011 realizou-se o "Jantar dos Namorados".Foi uma programação muito divertida e edificante a cada um dos participantes.
Essas e outras  fotos podem serem vistas no nosso álbum através do site: http://ipcitapira.tumblr.com/
Ou vejam as partes clicando aquí:






Vamos divulgar a todos!!!

MOMENTO MISSIONÁRIO

Intercessão Missionária

PROJETO ATOS 1.8: O projeto de Missões Permanentes Atos 1.8 foi elaborado pelo Conselho da Igreja Presbiteriana Central de Itapira com o fim de formar uma consciência e vivência efetivas das Missões. Não é um programa eclesiástico, mas uma cultura e um estilo de vida missionais. Nosso desejo é levar cada membro da Igreja a assumir a sua condição de testemunha e o seu inadiável compromisso com o anúncio do Evangelho. Queremos uma Igreja comprometida em ganhar Itapira, a Região, o Estado, o País e os confins da terra para Jesus.
Estamos cônscios de que a obra é grande e poucos são os obreiros. Ore para que Deus abençoe a nossa visão e o nosso projeto abrindo portas e providenciando os recursos. Ore para que Deus levante em nossa Igreja crianças, adolescentes, jovens, adultos e anciãos com paixão missionária. Ore para que Deus levante pregadores, evangelistas e professores de Bíblia em nossa Igreja e nos dê habilidade para capacitá-los.

ANIVERSARIANTES

Aniversariantes:

12/06 - Virgílio Avancini;
13/06 - Rogério Rigotti; Kesley M. G. de Oliveira; Isabela R. Torres; Israel Bologna;
16/06 - Talita Raissa F. F. dos Santos

MENSAGEM PASTORAL

137 anos da IPCI (2)
“Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam.” (Sl 127.1).

Na pastoral da semana passada vimos como devemos comemorar os 137 anos de organização de nossa querida Igreja. Hoje vamos ver como a Bíblia entende a vida de uma Igreja que caminha dentro dos propósitos de Deus. Gostaria de traçar aqui um paralelo entre a Missão da Igreja e a agenda Ecológica muito em pauta nas mais variadas instâncias da sociedade. A preocupação com o meio ambiente é antes de mais, uma preocupação mais com o futuro do que com o presente. O que deixaremos para a geração seguinte está intimamente ligado com as nossas atitudes no presente. A pauta ecológica não fala só de preservação, mas trata também de uma relação mais racional, afetiva e sóbria com a natureza, dá-se a isso o nome de desenvolvimento sustentável. Não podemos fazer a manutenção de uma mentalidade extrativista inconseqüente e sem responsabilidade com o amanhã. Não podemos simplesmente usufruir do planeta e de seus recursos a exaustão, unicamente fiados em nossos desejos e necessidades. Há uma espécie de hipoteca ecológica, somos devedores para com as gerações futuras sobre os recursos que lançamos mão agora. A Igreja também deve tomar consciência de que sua missão tem a ver com a geração futura, com aqueles que vão nascer ainda e hão de crer: “Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra.” (Jo 17. 20), e ainda “Vós sois filhos dos profetas e da aliança que Deus estabeleceu com vossos pais, dizendo a Abraão: na tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra.” (At 3. 25) e mais uma vez: “Pois para vós outros é a promessa, para vossos filhos e para todos os que ainda estão longe, isto é, para quantos o Senhor, nosso Deus, chamar.” (At 2.39). Temos o dever de ganhar a nossa geração para o Evangelho, homens e mulheres do nosso tempo, aqueles que estão de ombros conosco no caminhar desta história, mas cujo destino último será trágicose não estiverem em Cristo. Por isso mesmo não podemos cultivar um estilo de vida cristã nos moldes do extrativismo, ou seja, buscando apenas o nosso bem-estar espiritual, como vorazes consumidores de religião, confortavelmente assentados e “protegidos” do mundo no escondimento dos muros da igreja, sem deixar-nos incomodar com a triste sorte dos não alcançados. Precisamos vencer esta barreira do comodismo aburguesado que faz do culto e da Igreja um fim em si mesmos, alienando-nos da vida genuína do Evangelho. Enquanto estamos envolvidos em ganhar a nossa geração para Cristo, pavimentamos a via para que a geração que está por vir receba de nossas mãos não só a bendita herança dos santos, a sã doutrina, uma estrutura eclesiástica, mas acima de qualquer coisa o Evangelho vivo, encarnado, inserido, transformador e poderoso. Que a geração do Davi Mengali, Daniel e Davi Conceição, da Lara, João Pedro, Ian, Talita Raíssa e etc. E aqueles sonhados e que hão de vir por Rogério e Ariane, Vanessa e Aritan, Hélber e Carol e outros tantos que de Itapira e Região serão ordenados a esta vida, encontrem uma comunidade profética, discípula e discipuladora, missionária, amorosa, espiritual e testemunha das maravilhas de Deus. Um dia também nós recebemos a herança que hoje administramos e temos uma dívida de gratidão por aqueles que nos precederam na fé e alguns já na glória. Somos agora, do alto de nossos 137 anos, comissionados para ganhar nossos contemporâneos e gravemente responsáveis por entregar à geração futura uma Igreja com altíssimos rendimentos espirituais que o grande Rei nos confiou até a sua volta. Celebrar bem os nossos 137 anos é assumir com alegria, senso de urgência, paixão pelos pecadores e compromisso real a nossa missão como testemunhas do Evangelho e sem detença, fazer-nos presentes no mundo “notificando aos homens que todos, em toda a parte, se arrependam, porquanto estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça...” (At 17. 30,31). Celebrar na IPCI é IR e Anunciar!

Rev. Luiz Fernando
 Seu amigo e servidor.

sábado, 11 de junho de 2011

TV-WEB

Domingo, dia 12/06 na ocasião de nosso Culto da noite  estaremos transmitindo o mesmo ao vivo.

Para ver em vídeo acesse: www.livestream.com/ipcitapira

Para ouvir acesse: www.meditacaomatinal.com

segunda-feira, 6 de junho de 2011

ANIVERSARIANTES


Aniversariantes:

06/06 - Alexandre Rodrigues Pereira;
11/06 - Rogério Rigotti & Ariane.   

Que Deus derrame ricas bênçãos  sobre todos.

MENSAGEM PASTORAL

IPCI 137 anos (1)
“Não a nós, Senhor, nenhuma glória para nós, mas sim ao teu nome, por teu amor e por tua fidelidade.” (Sl 115.1)

Junho é o mês dedicado às comemorações ao aniversário da Igreja Presbiteriana Central de Itapira. Esta venerada comunidade completará 137 anos organizada desde 26 de junho de 1874. Grandes vultos do presbiterianismo brasileiro ocuparam o púlpito desta igreja: George Chamberlain (o primeiro missionário), George Mash Morton, Edward Lane (o organizador da Igreja), John Boyle, Álvaro Reis, Miguel Rizzo, apenas para citar alguns. Dezenas de outras Igrejas estão ligadas a ela por laços de filiação de primeira e segunda geração e um número expressivo de seus filhos foram honrados com o chamado ao ministério pastoral. Somos gratos a Deus pela fidelidade de muitos presbíteros, diácanos, líderes dos trabalhos nas sociedades internas que ofertaram aqui a sua vida como um sacrifício vivo e espiritual a Deus, muitos dos quais já estão na glória aguardando a ressurreição final. Também louvamos a Deus pela santa perseverança das famílias que com dedicação e zelo levaram a diante todo o trabalho aqui realizado: Os Bolognas, Pereiras, Frays, Wismann, Camargos, Cardosos, Baptistas e etc. Sem a herança dos filhos dos profetas esta história não poderia ser escrita. Contudo não obstante esta galeria de nossos heróis locais da fé, a glória não nos pertence, mas somente a Deus. Foi Ele quem desejou salvar alguns aqui em Itapira, e, Ele mesmo providenciou todos os meios para isso. A organização desta comunidade local faz parte da estratégia de Deus para notificar os homens para que se arrependam e se acheguem a Cristo (At 17.30). Sendo assim não podemos comemorar dignamente o aniversário da Igreja com uma programação cujo fim seja entreter de alguma maneira os crentes e providenciar-lhes a audição de um pregador renomado ou de um coral famoso. Acredito que a melhor maneira de agradecermos a Deus por sua fidelidade em nossa história mais que secular é dando os seguintes passos: 1. Reconhecer diante de Deus tudo que em  nós retardou o avanço do Reino. Confessar nossos pecados e transgressões. Confessar e chorar nossas iniquidades. Rasgar diante do Senhor o nosso coração e suplicar por quebrantamento e pureza. Reconhecer que os revezes repousam exclusivamente em nossa culpa. 2. Reconhecer agradecidos tão grande misericórdia e tão grande longanimidade do Senhor. Não só por causa de nós e através de nós, mas, sobretudo apesar de nós, Ele manteve-se fiel, honrou as suas Palavras e promessas e conduziu neste lugar muitos pecadores à regeneração e à vida salva e segura em Cristo. Reconhecer que não obstante nossas muitas negligências, o Espírito do Senhor jamais cessou a sua atividade entre nós. Aí sim, sermos profundamente agradecidos a Deus por ter dado a nós o privilégio de colaborar com Ele em sua obra e por Ele ter tão gentilmente nos capacitado para servir em seu Nome. 3. Por último, devemos renovar nosso compromisso de missionários e testemunhas do Senhor. Devemos nos comprometer com sua santidade e com o seu projeto de resgatar vidas. Precisamos fazer-nos presentes com ousadia, intrepidez e graça no mundo para o anúncio e testemunho do Evangelho da salvação. A celebração deve ter o seu ponto alto fora dos muros da Igreja. Celebrar deverá consistir em lançar as redes em águas mais profundas (Lc 5.4 NVI). É por isso que todos estamos convidados a apoiar, sustentar com orações, jejuns, aderindo e arregaçando as mangas em nosso projeto missional do dia 25 de junho na praça da Matriz.(Também será o lançamento do projeto permanente de missões At 1.8 da IPCI). Este será, de fato, um dos eventos marcantes das comemorações da Igreja. Culto ao ar livre, abordagem corpo a corpo para distribuição de material evangelístico, distribuição de centenas de Bíblias e Novos Testamentos, ação social para a prevenção e orientação da saúde e etc. As outras iniciativas, como o almoço (feijoada) comunitário, por exemplo, tem também a sua importância, bem como apreciação de um coral ou a edificante audição de um pregador zeloso e ungido, Contudo, nada é mais agradável a Deus do que um povo deleitoso e dedicado em obedecer à urgência da Grande Comissão. Celebrar na IPCI é Evangelizar!      
                                                                                          Rev. Luiz Fernando
Seu amigo e Servidor.
 

sexta-feira, 3 de junho de 2011

PROGRAMA SEMANA E RELÓGIO DE ORAÇÃO.

Programa da Semana e Relógio de Oração de 06 a 10 de Junho.

Segunda-feira:
Responsabilidade: Junta Diaconal. Condutor: Diác. João Beghini
Tema: At 1.8
Intercessões Fixas: Nomes elencados no Projeto “Cada um Ganha UM”; Oficiais da Igreja; Plantação de Igreja em Amparo; Finanças da Igreja e Pobres.
Intercessão Missionária: Estados da Índia: Andhra Pradesh e Arunachal Praseh

Terça-feira:
Responsabilidade: Conselho da Igreja. Condutor: Pb. Raílton
Tema:  At 2.4
Intercessões Fixas: Nomes elencados no Projeto “Cada Um Ganha Um”; Famílias da Igreja; Finanças da Igreja; Projeto At 1.8; Retiro da UPA; Ação Missional Global e Aniversário da Igreja;
Intercessão Missionária: República da Gâmbia – África

Quarta-feira:
Responsabilidade: Escola Bíblica Dominical (Superintendente; Departamento de Educação Cristã; Professores e alunos). Condutor: Tiago Pereira.
Tema: At 4.12-13
Intercessões Fixas: Nomes elencados no projeto “Cada Um Ganha Um”; Aumento da freqüência na EBD e pela vida dos professores; Aniversariantes do mês de junho; Ação Missional Global; Família do Reverendo Luiz Fernando;
Intercessão Missionária: Províncias da China: Municipalidade de Pequim e Província de Hebei

Quinta-feira:
Responsabilidade: Conselho Missionário e Secretaria de Plantação de Igreja. Condutor: Pb. Hélio Sartorelli e Arlete Cavalari.
Tema:  At 4. 18-20
Intercessões Fixas: Nomes dos elencados no Projeto “Cada Um Ganha Um”; Finanças da Igreja; Retiro da UPA; Projeto At 1.8; Plantação de Igreja em Amparo; Ação Missional Global;
Intercessão Missionária:  Brunei – Ásia

                          INÍCIO DO RELÓGIO DE ORAÇÃO
Sexta-feira:
Das 18 às 19h30: Membros do Grupo Vocal Zacarias de Miranda; Comissão de Hinódia; 3ª Idade; e Interessados em geral. Responsabilidade: Cláudio Marcos e Pb. Emerson.
Tema: At 4.31
Intercessões Fixas: Nomes elencaos no Projeto “Cada Um Ganha UM”; Enfermos e desanimados na fé; Retiro da UPA; Plantação de Igreja em Amparo; Família do Seminarista Wilson Vallim;
Intercessão Missionária: Tanzânia – ÁFRICA

19H30 ÀS 21H00: SAF –PROJETO ANA. Responsabilidade: Kátia.
Tema: At 4.32-35
Intercessões Fixas: Nomes elencados no Projeto “Cada Um Ganha Um”; Filhos; Retiro da UPA; Jantar do dia dos Namorados; Plantação de Igreja em Amparo;
Intercessão Missionária: Missionários da APMT e JMN

21h00 às 23h00: UPA, UMP, Resp. Departamento Infantil. Responsabilidade: Adenair, Hélber, Társis (Ou outro representante da UMP);
Tema: At 5. 29-32
Intercessões Fixas: Nomes elencados no Projeto “Cada Um Ganha Um”; Conselho e Junta Diaconal; Líderes das Comissões e Departamentos; Retiro da UPA; Ação Missional Global; Aniversário da Igreja;
Intercessão Missionária: Tunísia – ÁFRICA

23h00 às 01h00 – Jovens casais; Seminarista Wilson Responsáveis: Ariane, Vanessa e Sem. Wilson e esposa;
Tema: At 5. 41-42
Intercessões fixas: Nomes elencados no projeto “Cada Um Ganha Um”; Casais e famílias; Finanças da Igreja; Projeto Atos 1.8; Jantar do dia dos namorados;
Intercessão Missionária: Colômbia – América Latina

01h00 às 03h00: Junta Diaconal. Responsabilidade. Diác. Virgílio e Diác. Hélber
Tema: At 6.  1-7
Intercessões Fixas: Nomes elencados no Projeto “Cada Um Ganha Um”; Finanças da Igreja; Obras e iniciativas de assistência social da Igreja; Pobres; enfermos e incapacitados de vir a Igreja;
Intercessão Missionária: Conselho Missionário e Equipe Missionária da Igreja;

03h00 às 06h00: Conselho. Resp. Pb. Agenor e Reverendo Luiz Fernando.
Tema: At 20.28
Intercessões Livres, conforme cada presbítero trouxer em seu coração
Intercessão Missionária: Projeto Atos 1.8

Não vamos deixar de participar!!!

NOVA PROGRAMAÇÃO WEB RÁDIO VÉRITAS

Segue a nova programação da Rádio Web Véritas.


  • DOMINGOS : A PARTIR DA 18:50 TRANSMISSÃO DO CULTO SOLENE AO VIVO DA IPCI;
  • QUARTAS : FEIRAS A PARTIR DAS 19:15 TRANSMISSÃO DO CULTO BÍBLICO AO VIVO.

AGORA SE VOCÊ PERDEU ALGUM CULTO OU MENSAGEM FIQUE LIGADO EM NOSSA PROGRAMAÇÃO, ESTAMOS REPRISANDO TODOS OS CULTOS.

  • SEG, QUI. E SÁB. : REPRISE DE CULTOS RELACIONADOS COM A FAMÍLIA A PARTIR DAS 15:40;
  • SEG, QUA E SEX. : REPRISE DO CULTO DE DOMINGO 10:40 DA MANHÃ;
  • SEG, QUA E SEX. : REPRISE DO CULTO DE QUARTA A PARTIR DAS 08:00 DA MANHÃ.

DURANTE O INTERVALO DE EXECUÇÃO DE CADA CULTO TEMOS COLOCADO ALGUMAS MÚSICAS RELACIONADAS AO GÊNERO GOSPEL.

  • MÚSICA CLÁSSICA E ERUDITA : TODOS OS DIAS DAS 12:40 ÁS 13:40;
  • MÚSICA INTERNACIONAL : TODOS OS DIAS A PARTIR DAS 21:40;
  • MUSICA NACIONAL : A PARTIR DAS 13:40 QUANDO NÃO HÁ TRANSMISSÃO DE CULTOS OU OUTRAS PROGRAMAÇÕES;
  • MÚSICA GOSPEL : A PARTIR DAS 15:40 QUANDO NÃO HÁ TRANSMISSÃO DE CULTOS OU OUTRAS PROGRAMAÇÕES.

OUÇA SUAS MÚSICAS AQUI NA RÁDIO WEB VERITAS, MANDE NOS UM E-MAIL, E ADICIONAREMOS SUAS MÚSICAS FAVORITAS EM NOSSA PLAYLIST.
NÃO DEIXEM DE VISITAR: www.meditacaomatinal.com